Diálogos sobre Gestão Cultural

O ciclo de debates “Diálogos sobre Gestão Cultural”, que teve sua primeira edição em 2017, foi criado com o objetivo de discutir a gestão cultural enquanto área de conhecimento e de atuação, em uma perspectiva crítica e multidisciplinar. Consolidado como um fórum permanente de reflexões acadêmicas e práticas, o evento tem reunido discentes e docentes de cursos de graduação e pós-graduação ligados ao campo da cultura, além de gestores e agentes culturais, possibilitando a interação e a troca de experiências, bem como contribuindo para a divulgação de diferentes visões, experiências e pesquisas voltadas ao tema e a qualificação dos profissionais que atuam na área. 

Nas seis edições presenciais realizadas, voltadas mais especificamente à gestão cultural na Bahia, ocorreram partilhas de experiências e debates relacionados a temáticas como gestão pública e gestão não estatal da cultura, gestão e financiamento da cultura, gestão de espaços culturais, gestão de coletivos e grupos culturais, acessibilidade cultural, curadoria, descentralização e ocupação cultural, entre outras.

Em 2020, se um cenário de pandemia impossibilitou a realização de encontros presenciais, através de um formato virtual o Diálogos sobre Gestão Cultural #emcasa, ampliou o seu alcance e trouxe para o debate experiências de outros estados do país. Entre setembro e novembro, foram realizadas cinco lives, nas quais foram debatidos temas como  a gestão de festivais e curadorias, a cena editorial independente, a gestão de grupos artísticos com sede, os desafios que a pandemia trouxe para as instituições culturais e os engajamentos possíveis para adiar o fim do mundo. 

Em sua sétima edição, o Diálogos mantém o intuito de fomentar uma reflexão crítica  sobre as várias perspectivas que perpassam a gestão cultural, a partir do intercâmbio entre profissionais de diferentes regiões do país e com relevante atuação no campo. Buscando uma ampliação em termos de participação pela primeira vez promove uma chamada de trabalhos  que serão reunidos e apresentados  a partir de cinco eixos temáticos: Gestão cultural, Identidades e territórios; Gestão de espaços culturais; Gestão cultural e liberdade de criação; Gestão cultural e insurgências contemporâneas e Gestão cultural no contexto da pandemia. Essa iniciativa amplia os espaços de discussão dedicados à temática e fortalece tanto a cooperação acadêmica entre as instituições envolvidas como uma aproximação das mesmas com profissionais que têm uma atuação relevante na gestão cultural hoje . 

O evento é uma realização do Coletivo Gestão Cultural, grupo vinculado ao Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (CULT) e ao Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (POSCULTURA) da Universidade Federal da Bahia (UFBA) que reúne docentes e discentes da Faculdade de Comunicação (FACOM) e do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências da UFBA e do Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (CECULT/UFRB). A sétima edição será realizada com o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Brasil (CAPES) – Código de Financiamento 001.